Testemunhos

“O Parceiro de Deus é um investimento para a vida”, diz Viviane da Costa

Viviane Costa (26) saiu do Rio de Janeiro para tentar uma vida melhor na capital do país. Entretanto, para conseguir realizar seus sonhos a jovem enfrentou um longo caminho  e obstáculos pela frente. “Eu não era feliz, vivia uma vida sem propósitos, porém sempre tive o sonho de fazer faculdade, mas não tinha condições financeiras”, recorda.

Frequentando a Sara Nossa Terra há quatro anos e contribuindo desde então para o projeto Parceiros de Deus (PD), Viviane não desanimou e seguiu firme na busca da realização de seus objetivos e como costuma dizer: “Vale a pena semear no Parceiros de Deus”. E como vale! Hoje ela colhe os frutos do que semeou.

Atualmente cursa jornalismo em uma instituição particular, com bolsa de estudos, faz estágio na área que está se formando e adquiriu a carteira de motorista. “Deus providenciou tudo. Ele honra a nossa aliança e derrama bençãos sem medida e o PD é um investimento para a vida, canal de transformação e sucesso. Hoje sou feliz em Deus, mais confiante e determinada a alcançar lugares altos”, comemora.

“Me tornei Parceiro de Deus e vejo a diferença na minha vida”, diz Admilson Gonçalves

A adolescência de Admilson Gonçalves não foi nada fácil. Rotineiramente presenciava brigas entre seus pais e revoltado com a situação procurava consolo nas bebidas alcoólicas. “Eu não tinha referência em casa, então comecei a beber escondido aos 13 anos de idade”, recorda.

Sua vida só afundava.  Além do álcool se envolveu em vários relacionamentos, mas nenhum o preenchia. ” Estava ficando monótono e praticamente alcoólatra, então eu pensava: se o mundo é só isso, acabou a graça”, comenta o jovem que, muitas vezes, pensou até mesmo em suicídio.

Mas o estopim para Admilson ver que aquela vida desregrada não estava certa, foi quando se envolveu em um  acidente de moto com um amigo após sair de um churrasco. Embriagados,  os jovens bateram em um poste e o amigo veio a falecer. ” Vi ali que precisava mudar, comecei por conta própria a frequentar algumas igrejas, mas não me sentia muito bem”, lembra.

O jovem estava disposto a ter um novo recomeço, mas lhe faltava incentivo, foi quando recebeu um convite de uma aluna da faculdade em que trabalhava para frequentar uma célula. No começo tentou se esquivar, mas aos poucos acabou cedendo e passou a frequentar a Sara, onde estar há 6 anos. “Fiz o Revisão de Vidas e logo após me tornei um Parceiro de Deus  e cada dia entendo a diferença que faz na minha vida. Paguei meu carro, minha faculdade e Deus sempre tem aberto as portas”.

Hoje, aos 27 anos, Admilson é um novo homem. Se formou em Ciências Contábeis, tem um bom emprego na área de formação,  seu carro próprio, a família restaurada além de ser líder de célula ajudando jovens que assim como ele um dia precisou de um ombro amigo para sair da escuridão. “Sou uma pessoa com identidade e que se descobriu. Cada dia mais corro atrás dos meus sonhos. Sou uma pessoa alegre e hoje entendo o chamado que Deus tem para minha vida. O que me faltava mesmo era Deus”, destaca.

“Deus abriu as portas por meio do Parceiros de Deus,” conta a comerciante Aurineta Santos

A comerciante Aurineta dos Santos conta que por meio dos Parceiros de Deus, viu o seu negócio crescer.  Há muito tempo não conseguia prosperar e a situação estava ficando cada vez mais difícil. Aurineta é ouvinte da Sara Brasil FM e sentiu que era hora de fazer um compromisso com Deus.

“Naquele momento, eu orei a Deus e pedi que Ele mudasse a minha situação. Me comprometi com o Senhor que  eu me tornaria Parceira de Deus Diamante. No dia seguinte a minha contribuição, apareceu um espaço melhor para o meu comércio, que me faria crescer. Fiquei tão feliz e sabia que tinha sido Deus que abriu as portas para mim”, conta.

Campanha-Pisando-Milagres_700x64

Conheça a história da Tâmara Tarcila, funcionária da Central do Parceiros de Deus em São Paulo

O nome dela é Tâmara Tarcila, 32 anos. A jovem de sorriso contagiante, integra há mais de dois anos o quadro de funcionários da Central do Parceiros de Deus em São Paulo.

Sua rotina? “A melhor possível”, conta. Mesmo não tendo experiência na área de telemarketing, Tâmara aceitou o desafio, pois não estava satisfeita com o que fazia. “Eu trabalhava como cozinheira, mas pedia muito a Deus um trabalho que mudasse minha vida”, recorda.

E suas orações prontamente foram atendidas. Hoje, trabalha com o que gosta e, o melhor, abençoa as pessoas que ligam e querem uma palavra de conforto e esperança. “Ela é aquela pessoa que a gente sempre pode contar. Quando alguém da equipe precisa ela é toda ouvidos, amiga de todos, um exemplo de profissional”, elogia a supervisora da equipe, Kátia Silva.

Como sempre escuta muitas histórias, Tâmara se recorda, com emoção, de alguns episódios, como de um homem que há mais de 15 anos vivia recluso em casa por conta de uma depressão. Após assumir  um compromisso com o Parceiros de Deus, sua vida foi transformada.

É por essas e outras situações já vivenciadas que a jovem não se cansa de falar: “Não tem preço e palavras para expressar a honra de trabalhar no Call Center do Parceiro de Deus. Me sinto útil e é maravilhoso saber que você ajudou uma pessoa que já não tinha esperança”, comemora.