Testemunhos

Conheça a história da Tâmara Tarcila, funcionária da Central do Parceiros de Deus em São Paulo

O nome dela é Tâmara Tarcila, 32 anos. A jovem de sorriso contagiante, integra há mais de dois anos o quadro de funcionários da Central do Parceiros de Deus em São Paulo.

Sua rotina? “A melhor possível”, conta. Mesmo não tendo experiência na área de telemarketing, Tâmara aceitou o desafio, pois não estava satisfeita com o que fazia. “Eu trabalhava como cozinheira, mas pedia muito a Deus um trabalho que mudasse minha vida”, recorda.

E suas orações prontamente foram atendidas. Hoje, trabalha com o que gosta e, o melhor, abençoa as pessoas que ligam e querem uma palavra de conforto e esperança. “Ela é aquela pessoa que a gente sempre pode contar. Quando alguém da equipe precisa ela é toda ouvidos, amiga de todos, um exemplo de profissional”, elogia a supervisora da equipe, Kátia Silva.

Como sempre escuta muitas histórias, Tâmara se recorda, com emoção, de alguns episódios, como de um homem que há mais de 15 anos vivia recluso em casa por conta de uma depressão. Após assumir  um compromisso com o Parceiros de Deus, sua vida foi transformada.

É por essas e outras situações já vivenciadas que a jovem não se cansa de falar: “Não tem preço e palavras para expressar a honra de trabalhar no Call Center do Parceiro de Deus. Me sinto útil e é maravilhoso saber que você ajudou uma pessoa que já não tinha esperança”, comemora.

“Parceiros de Deus é uma terra fértil e que dá frutos”, diz Amanda Silva

Amanda Silva - Parceiros de DeusMuitos semeiam no projeto Parceiros de Deus para alcançar uma graça em sua vida, mas com Amanda Silva foi diferente. Há cerca de 1 ano, a jovem começou a participar do  PD por conta de uma amiga que tinha uma vida totalmente desregrada.

Amanda orava e jejuava para ganhar esta vida para Jesus, pois via que ali Deus tinha um grande propósito. “Ela vivia em um mundo de drogas e bebidas , mas mesmo assim os frutos já aconteciam, pois ela participava dos Arenas comigo”, recorda

Com a força da oração, Amanda viu surgir uma nova vida, livre de vícios. A amiga aceitou a participar do Revisão de Vidas da sede da Sara Nossa Terra, em Brasília, e hoje está no caminho do Senhor. “Com certeza foi essencial as semeaduras no Parceiro de Deus, pois acredito que é uma terra fértil e que dá frutos”, destaca a jovem.

 

Campanha-Pisando-Milagres_700x64

Deficiente visual envia carta ao Parceiros de Deus pedindo oração para voltar a enxergar

Carta-Parceiros-de-Deus-Maria-Penna-Torres-texto-565x800Era apenas um dia normal no Call Center do Parceiros de Deus em São Paulo. Até o porteiro do prédio chegar e avisar que havia na portaria uma carta vinda de Minas Gerais. Sem remetente, a operadora Yanne Bezerra só soube de quem era quando abriu. Maria Penna Torres pediu para uma amiga escrever, falando do seu desejo em se tornar uma Parceira de Deus e pedindo oração para voltar a enxergar.

A moradora de Minas Gerais, possui deficiência visual e escuta, todos os dias, as palavras do Bispo Robson Rodovalho pela Rádio Sara Brasil FM. Foi ouvindo que sentiu vontade de ser uma colaboradora do projeto. Yanne ficou responsável por acompanhar a nova colaboradora, fez seu cadastro e realizou o pagamento do seu boleto. Além disso, escreveu uma carta agradecendo e comunicando que ela se tornou uma Parceira de Deus.

 

 

 

Campanha-Pisando-Milagres_700x64

 

 

“Me faltava fé”, relata o jovem Lucas Bueno que vivia se questionando sobre o Parceiros de Deus

10351972_662716243810597_7132426099032130036_nO jovem Lucas Bueno, 19, sempre escutou falar do Parceiros de Deus (PD) por meio da Rádio Sara Brasil FM e de testemunhos que ouvia na célula em que participava, mas lhe faltava algo para também semear no projeto. “Me faltava fé”.

Lucas lembra que começou a questionar ao Senhor se o que as pessoas falavam era verdade, pois ele também queria ver se cumprir na sua vida.  Com isso, passou a semear no PD, não só como uma ajuda, mas como uma semente em cima dos seus pedidos de oração e sonhos.

Nesta época o jovem não tinha nada, apenas estudava para passar no vestibular da Universidade de Brasília (UnB) no qual não havia obtido sucesso na primeira tentativa. O propósito que fez no projeto ainda é vivo em sua memória. “Família restaurada e unida; passar na universidade; tirar carteira de motorista; crescer em Cristo…”

Hoje, o jovem colhe os frutos que semeou. “Meu pai não bebe mais e a união dele com minha mãe, com a minha família é totalmente diferente de como era antes. Passei no vestibular para Administração e ainda tive a oportunidade de escolher o turno, pois passei nas duas chamadas. Tenho carteira de motorista e tive a capacidade de pagá-la sem pedir ajuda de ninguém. Fora que já sou um líder e meu crescimento em Cristo não para. Quando eu olho para minha equipe percebo que Deus sempre está ao meu lado, me guiando e me ajudando a guiar meus discípulos”, comemora.

O jovem irradia alegria e sempre busca passar para as pessoas a importância do Parceiros de Deus. “O projeto é incrível. É uma conexão, exclusivamente, sua com Deus, que irá mudar a sua vida. Basta ter fé! A fé move montanhas. Semeie não porque o bispo, pastor ou líder falam para você semear, mas sim porque você acredita que o invisível no Reino, será concretizado aqui na Terra”.