Bênção da Família, Blog, NOTÍCIAS, Testemunhos

Breno Bertulucci destaca que vivenciou milagres por meio de sementes lançadas no PD

O estudante do último ano em engenharia, Breno BertuluccI conta que não acreditava em Deus, mas chegou à célula por meio de um convite de um amigo. Destaca ainda que as transformações ocorridas desde a primeira oferta nos Parceiros de Deus consolidaram a fé e coragem em acreditar nas mudanças positivas geradas por Deus. “Cheguei à Sara Nossa Terra no final de 2013 por meio de um convite de um amigo. Fiz o Revisão de Vidas em fevereiro de 2014, pois a princípio eu não acreditava em Deus, acreditava somente na ciência e achava que o Senhor não existia. Porém, pela amizade eu concordei em ir à reunião. Fiz o Instituto de Vencedores e as circunstâncias começaram a mudar em minha vida, mas passei a acreditar realmente no Senhor quando estava no segundo módulo do Instituto, quando tive que abrir mão do meu orgulho e de muitas convicções que eram a base de minha vida. E, claro, o que me ajudou muito no processo foram as Conferências Ciência e Fé do Bispo Rodovalho, que me trouxeram uma certeza ainda maior sobre a testificação das verdades eternas”, salientou.

Breno definiu que as respostas foram sobrenaturais e que se refletiram no natural em cada nova etapa que prosseguia na aliança. Quer dizer, desde quando ele e a mãe decidiram acreditar na semente financeira, um processo gradativo de mudanças ocorreu.“A minha mãe estava desempregada há mais de cinco anos e ela sustentava a nossa casa apenas com a pensão de meu pai. Abri uma célula lá em casa e comecei a falar dos Parceiros de Deus”, lembra.

Breno ainda conta a resiliência de sua mãe que em nenhum momento deixou de acreditar no milagre. “Ela começou a ouvir as palavras da célula e cada semente que ela fazia, colocava um pedido de oração. E minha mãe tinha um sonho de abrir uma empresa e Deus foi colocando de uma forma nítida. Cada vez que ela ofertava, mais portas se abriam. E em Luanda, na África, ela abriu uma empresa de reciclagem, resíduos sólidos e ambientação. Foi quando ela deu este ponta-pé e abriu a empresa. E, hoje, ela tornou-se uma grande empresária e mudou o ambiente de nossa casa em todos os segmentos. Eu casei em 2017 e hoje sou obreiro na SNT ao lado de minha esposa, inclusive, ajudamos mais de 50 pessoas”, finalizou.

Deixe seu comentário