Blog, Testemunhos

Bianca Caroline dos Santos conta sua história de superação por meio de projeto apoiado pelos Parceiros

img_20160520_115107Uma infância difícil, com muito sofrimento e exclusão é a realidade de diversas crianças do Brasil e anos atrás foi a história de Bianca Caroline dos Santos, até ser levada para o Instituto Lar Feliz, projeto mantido pelos Parceiros de Deus.

Bianca sofria maus tratos dos pais até os cinco anos de idade e passava horas sem comer. Muitas vezes o sono chegava e dominava a fome. Em alguns dias não tomava banho e ia para a escola completamente suja, o que a fazia ser excluída pelos outros alunos o que se tornava motivo de ainda mais sofrimento.

“Eu era apenas uma criança que necessitava dos cuidados dos pais”, diz. Mesmo naquela situação, ela era a “mãezona” dos irmãos e queria garantir que eles estivessem em segurança e bem, mesmo com sua pouca idade. “Eu deixava de comer para que eles pudessem se alimentar, por muitas vezes fugia de casa com dois irmãos para conseguir comida para os mais novos. Me colocava na frente deles quando meu pai chegava bêbado em casa e queria bater em todo mundo”, lembra.

Durante várias vezes, Bianca presenciou o pai bater na mãe. Ela mesma tem uma cicatriz na cabeça deixada pela violência dele. “Acredito que Deus de alguma forma olhando para tudo o que estávamos passando, decidiu interferir em nossas vidas e nos tirou dos cuidados dos nossos pais, não Ele não nos tirou, na verdade Ele nos livrou, pois o que estávamos passando era injusto demais. Tínhamos apenas 3, 4 ou no máximo 6 anos de idade, não sabíamos nem o que era alegria, o que era abraço, não sabíamos muito menos o que era ter uma família de fato”, desabafa.

Os tempos difíceis ainda não cessaram, Bianca e seus irmãos foram levados para um orfanato onde passaram mais agressões, tanto físicas como psicológicas e até mesmo sexuais. “Sabe quando nossas forças já não falam por nós, não respondem aos nossos impulsos? Era assim que estava me sentindo, estava completamente enfraquecida pelo sistema de “manter uma aparência de família feliz” com pessoas que por mais que tenham me feito feliz por alguns momentos ainda assim me machucavam e deixavam cicatrizes talvez piores que as que o meu “pai” deixou”, conta.

Em 2003, tudo aquilo enfim acabou e Bianca diz que conheceu o verdadeiro amor. Ela afirma que conheceu a alegria e fez questão de ter uma família de verdade. “Fiz questão maior ainda de conhecer o amor e viver esse amor e tudo isso foi quando eu reconheci meu pai e minha linda mãe. Fui morar no Lar Feliz e conheci o Mario e a Cirlei”.

Bianca declara que essa foi mais uma interferência de Deus em sua vida! A jovem afirma que hoje sabe que Deus não muda seu propósito, mas Ele está sempre atualizando os seus planos, porque a final de contas a vida é feita de planos, feita de sonhos e esses estão sempre em mudança, mas o propósito não, ele está sempre lá esperado que achemos a chave certa para alcançá-lo.

Hoje, com  22 anos de idade, trabalha em uma empresa na área de vendas e é  Vice-Presidente do Instituto São Paulo – Lar Feliz ,  além de dar continuidade aos seus projetos, segue atrás dos seus sonhos e conquistas pessoais. Bianca ainda mora no Lar Feliz , junto com seus irmãos que chegaram também no ano de 2000.

Deixe seu comentário