Parceiros de Deus ajuda Instituto São Paulo – Lar Feliz

FOTO DA FAMILIA - LAR FELIZ 075O Parceiros de Deus transforma a vida de pessoas e muda destinos dos que precisam de assistência ou ajuda espiritual. Na cidade de São Paulo, no bairro do Brooklin,  o projeto cuida do Instituto São Paulo – Lar Feliz, uma casa que atende a 18 crianças e adolescentes, além de ajudar vinte famílias com doações de alimentos, roupas e, ainda, duas clínicas de apoio ao dependente químico. Outras setenta crianças são acompanhadas fora da instituição.

O lar existe há 11 anos e foi idealizado pelos casais de pastores da Sara Nossa Terra de São Paulo, Anderson Mario e Cirlei Quentino e Janayna e Paulo Sudre. Hoje o instituto funciona com a ajuda dos próprios adolescentes que nas horas vagas, em que não estão estudando ou em momentos de lazer, ajudam a cuidar da casa.

Apenas as atividades fora do lar contam com a disposição de voluntários. Para se tornar um é preciso fazer parte do programa “Amigos do Lar Feliz”, entender a missão do projeto e se comprometer ao voluntariado por pelo menos 1 ano. Além de doações do Parceiros de Deus, a casa recebe donativos de comércios locais, como verduras, legumes, frutas, sobras de carnes e frango limpos, pães e doações esporádicas com pequenas quantias em dinheiro. “Graças a Deus, mesmo nas dificuldades, temos realizado várias atividades com as crianças e os adolescentes. Esperamos ainda conseguir um espaço físico nosso, pois o lugar onde estamos é alugado. Nossa meta é atender a 500 crianças, fazendo uso da cidadania, elevando a autoestima delas, evitando o uso de drogas e álcool”, disse pastor Anderson Mario Quentino, um dos idealizadores.

imagem

No lar, as crianças e adolescentes podem ter acesso a reforço escolar, são encaminhadas para cursos profissionalizantes, ao primeiro emprego, exames em geral, assistência médica, oftalmológica, odontológica e apoio jurídico. As clínicas de apoio a dependentes químicos e as famílias carentes dispõem da doação de roupas, alimentos e também de apoio jurídico.

Para mais informações ou ajuda, ligue:  (11) 55438749 ou 5093-6250