Blog

Alex Ferreira precisou mudar toda a sua vida por conta de um câncer, mas não desistiu dos Parceiros de Deus

Após a saída de Alex Ferreira de Brasília para São Paulo, ele foi tomado por um tumor na coluna que o privou de muitas coisas, mas nunca deixou de ser Parceiros de Deus. Por conta da doença, mudou de posição e até então não havia conseguido o benefício do INSS. Mesmo com todas as dificuldades, sua casa nunca ficou desamparada e o Senhor tem olhado por ele.

“Deus tem estabilizado esse problema na coluna. Hoje, graças a Deus, eu tomo poucos remédios. Precisei trocar de profissão e então falei para Deus que eu ia continuar sendo Parceiros de Deus, porque se o Senhor está cuidando da minha casa, eu preciso cuidar da sua”, afirmou

Veja o testemunho na íntegra:

“Virei Parceiros de Deus e a minha vida foi abençoada”, diz John Robert

A vida do jovem John Robert, de sua família e cidade foram transformadas a partir dos Parceiros de Deus. Novas igrejas foram abertas em Minas Gerais, as portas para emprego, saúde e restauração se abriram e a mudança chegou. “Desde que eu entrei na igreja me apresentaram essa visão dos Parceiros de Deus, eu me interessei, busquei a fundo e vi que era um projeto muito bacana. Um projeto que ajuda a abrir novas igrejas e, além disso, é uma semente que você está plantando no Reino de Deus. A partir do momento que eu entrei a minha vida foi abençoada”, afirma.

Confira o testemunho na íntegra:

“Mesmo desempregado eu não deixei de ser Parceiro de Deus”, diz Eduardo

Ao abrir as portas do seu coração para os Parceiros de Deus, muitas graças alcançarão o seu lar, sua vida financeira, espiritual e sentimental. Por meio da sua semente outras vidas também podem ser transformadas e guiadas até a luz de Cristo, com a abertura de novas igrejas. Eduardo acreditou em sua semeadura, mesmo estando desempregado e Deus manifestou o seu poder na vida do jovem.

“Eu não tinha recursos, não tinha dinheiro para nada. O meu líder conseguiu colocar no meu coração que o Parceiros de Deus é algo muito importante, que ele financia a abertura de novas igrejas, consequentemente, novas vidas serão alcançadas.Mesmo desempregado eu pensei: não posso deixar de ser Parceiros de Deus. Até que um dia me ligaram de uma empresa, eu fui lá, fiz a entrevista, passei e estou até hoje nessa empresa”, conta Eduardo.

Dia de festa na Creche Vovó Zizi, em Brasília

Na tarde da terça-feira, 16, a Creche Vovó Zizi, em Brasília, promoveu a confraternização e formatura de seus alunos. O Ginásio Arena foi o local escolhido e ficou todo decorado para receber os alunos e seus familiares. Para a diretora da creche, Priscila Prado, esse é um momento marcante não só para os alunos, mas para a equipe que trabalha no local. Muito emocionada falou que a confraternização é um momento muito esperado, mas também marca a saída de alguns alunos que entraram ainda bebês na instituição. “ Me emociono porque muitos aqui são bem carentes e não sabemos como será depois. A gente sempre fala que quando está aqui, estamos cuidando, mas depois só Deus sabe. Nos apegamos demais a eles”, comenta em lágrimas.

O evento também é uma oportunidade de homenagear as madrinhas que contribuem e adotam alguma criança da creche. Desde setembro, tudo é organizado com muito carinho. Tinha árvore recheada de presentes e comidas. Para Gilmar,  seu filho já está há quatro anos e agradece porque ele se desenvolveu bastante. “ Ele vai entrar na escola preparado”, comenta. A mãe de Artur Moreira, Samara Silva, também muito emocionada, falou que há dois anos a vida dela mudou. “ Foi bom porque eu posso trabalhar tranquila. Eu não tenho que falar nada da creche, o trabalho é maravilhoso. Choro só de pensar que um dia ele vai ter que sair”.

A monitora Cristina Tinoco conta que trabalhar na creche foi uma oportunidade de Deus. “ A gente faz tudo com muito carinho. Nessa festa a gente fica também ansiosa, é a nossa festa também”, comemora. A creche Vovó Zizi funciona no Ginásio Arena e é mantida pelo projeto Parceiros de Deus.