Blog

Bruno Ribeiro conta como Deus transformou a sua vida por meio do PD

Quando o jovem Bruno Ribeiro ouviu pela primeira vez sobre os Parceiros de Deus não teve uma boa aceitação. Mas ao conhecer verdadeiramente o projeto e como ele ajudava na vida de milhares de pessoas, mudou completamente a sua maneira de enxergar.

“Tudo mudou quando o meu líder me explicou todo o processo e eu quis fazer o teste. Me tornei Parceiro de Deus e a partir daí tudo mudou na minha vida. Portas que estavam fechadas foram abrindo como eu nunca imaginei. E hoje, quanto mais eu tenho condições, mais eu aumento o meu Parceiros porque eu sei o quanto ajuda e abençoa outras pessoas, abrem igrejas, crianças necessitadas”, destaca.

Se você se identificou com o relato e quer saber mais. Confira na íntegra:

John Cleyton fala sobre a importância dos Parceiros de Deus na sua vida e célula

1O projeto Parceiros de Deus pode mudar milhares de vidas, como tem feito ao longo de vários anos. Por meio da sua semente o PD alcança pessoas por diversas partes do Brasil e do mundo. John Cleyton Barbosa Campos, hoje faz parte da SNT Palmas e por meio do convite de uma amiga para participar de uma célula o jovem conheceu a SNT e o projeto.

“Através da célula pude conhecer o projeto Parceiros de Deus e ir me aproximando cada vez mais da igreja. Quando entrei no ministério achei muito legal a animação das pessoas, jovens apaixonados pela obra, que se dedicam mesmo e estão gastando o seu tempo e tem motivação, inspirados pelo Espírito Santo”, afirma John.

Ele conta ainda que o projeto foi fundamental para exercitar o seu lado cristão de ajudar o próximo. “O PD é algo muito legal, porque muitas vezes você tem vontade de ajudar mas não sabe como e aqui através da sua oferta, da sua contribuição você vai estar ajudando a vida de muita gente que precisa e assim ir sustentando essa obra maravilhosa”, destaca. John convida também aqueles que ainda não são Parceiros de Deus a se tornarem colaboradores dessa missão.

Bispo Thiago Ferro destaca os Parceiros de Deus como mudança de vida de muitas pessoas

Captura de Tela 2018-01-02 às 17.39.47“Para mim é um privilégio e uma oportunidade poder ofertar nesse projeto que tem feito a diferença em tantas vidas”. A fala é do bispo Thiago Ferro, da Sara Nossa Terra de Curitiba.

E não por acaso a frase é tão pertinente e presente na vida do bispo que coordena o projeto social Celebrando a Vida. Uma escola de futebol e artes marciais que atende crianças carentes, proporcionando assim esporte, lazer e qualificação profissional. “Há 8 anos o projeto é mantido pelos Parceiros de Deus e milhares de crianças já participaram. Vale frisar a história do Léo, que chegou ao projeto com 8 anos de idade, vestindo apenas um shorte de nylon e uma arma 38. Na hora de jogar bola ele guardou o revólver em uma sacola de supermercado e enterrou na areia. Quando perguntamos qual a expectativa de vida que ele tinha, ele respondeu  que queria ser aviaozinho”, conta.

Mas essa história mudou assim que o menino foi tomado pela esperança, pelos sonhos de ter um futuro melhor. “O Léo já jogou em vários times do Brasil, na Coréia, e hoje a expectativa dele é ser um pastor, um bispo. Deus mudou completamente a história dele”, destaca bispo Thiago.

Quer ver o relato completo? Acesse o facebook dos Parceiros de Deus

Creche Vovó Zizi encerra ano letivo com festa de formatura com o tema Paz

A creche Vovó Zizi promoveu na tarde desta sexta-feira a formatura de 2017, aonde teve 14 formandos. A super festa promovida pela instituição teve comidas e várias apresentações musicais. O local estava tomado pela famílias que estavam alegres por viverem aquele momento especial. Priscyla Prado, diretora da Vovó Zizi, retrata que a formatura é o fechamento de um ciclo. “Esse foi um ano excelente para nós. Tivemos muita participação dos pais, vários eventos, a família das crianças participaram mais ativamente também. Foi um ano rico, de solidariedade, cuidado, emoção. Fizemos pela primeira vez as visitar domiciliares e foi muito proveitoso”.

Para o casal Flávio e Gisele Carvalho, a formatura também teve um ar de tristeza. A filha Ana Flávia estava na creche desde os 02 anos e agora se formou. “A creche é um presente para nós. Através daqui conseguimos até acompanhamento médico. Nossa filha se desenvolveu já nos primeiros meses e eles acompanham a educação da criança de perto. Por mim a creche poderia ter continuidade, até o ensino médio. Isso aqui vai deixar muita saudade”, conta Gisele, cheia de lágrimas nos olhos.

Outra que se despediu da instituição foi a manicure Gisele Oliveira, mãe da Maria Vitória que sai da creche após três anos.”Só Deus e a Priscyla sabe como eu cheguei aqui na creche. Estava passando por muitos problemas familiares, pensei até em deixar a minha filha para ela não ver tanto sofrimento e consegui a vaga. Minha filha entrou aqui com pânico e medo das pessoas, hoje ela sai uma outra criança. Eu não queria que ela saísse não, foi uma ajuda muito grande que eu tive de cuidado e educação com a minha filha. A creche também nos ajudou muito na parte social, eu só tenho que agradecer”.

Confira fotos